Thursday, November 29, 2007

O "papel higiénico do planeta"

James Kunstler, num artigo traduzido em Resistir.info:

"O dólar está a perder cerca de um centavo a cada três semanas contra outras divisas. Um centavo não parece muito, mas se mantiver aquele ritmo por mais um ano a "divisa de reserva" do mundo tornar-se-á o papel higiénico de reserva do planeta. Os preços do petróleo estão prontos para entrar no reino dos três dígitos e o efeito psicológico disto pode ser chocante junto a 200 milhões de infelizes motoristas. O valor das casas de papelão e vinyl não há dúvida que está a afundar. Naturalmente, os números do governo quanto ao índice de preços no consumidor e ao emprego são em geral descartáveis por falta de credibilidade. Mas qualquer pessoa que ultimamente tenha comprado um saco de cebolas e um frasco de geleia sabe que os preços caminham para cima nos corredores dos supermercados, e tantos migrantes ilegais mexicanos foram empregados no boom habitacional do Sunbelt que a sua ausência após o desastre não ficará registada em qualquer gráfico."

Labels: ,

3 Comments:

Blogger Anita said...

É de fato impressionante que já estamos na crise do petróleo. E o mais impressionante é que pouquíssimas pessoas têm noção da situação atual, inclusive pela falta de espaço na mídia (tanto tv’s, jornais, revistas, e ate mesmo na internet). Ontem, eu procurei o artigo sobre o “peak oil” que foi feito +/- em 2005, tive de fato dificuldades pra acha-lo em português; e agora, encontrei esse blog por acaso, na verdade, eu estava - e ainda estou - procurando um documentário áudio visual sobre o peak oil. Porém acho que nem exista.
Enfim, essa situação é calamitosa, e cada vez me parece que ela só tem um “resultado”: a extinção dos seres-humanos.

2:50 PM  
Blogger Luis Rocha said...

"Extinção"! Eu não vou tão longe. A humanidade viveu muito tempo sem petróleo e poderá voltar a viver.

Por exemplo na idade Média e antes disso.

Talvez até haja vantagens no mundo pós-petróleo, talvez até haja uma vida melhor. A transição é que sem dúvida é assustadora para todos nós.

6:27 PM  
Blogger Anita said...

A humanidade sempre se adaptou ao meio que ela vivia, mas no contexto histórico, nossa espécie nunca passou por uma fase de “desevolução” – ainda mais de forma tão bruta. É muito difícil para as pessoas se acostumarem a viver sem petróleo como na idade média, teoricamente é inviável inclusive.
Falei em extinção porque acredito que logo quando ocorrer à falta do petróleo barato, a população vai sofrer um decréscimo muito grande, só as superpotências vão conseguir manter um pouco de “calma” em seu país, e tentar contornar a situação com alternativas viáveis. E isso se tivermos “sorte” - caso elas não resolvam entrar em um conflito direto envolvendo todo o mundo, o que iria ajudar muito no decréscimo populacional.

9:39 AM  

Post a Comment

<< Home

Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet
Site Ring from Bravenet